Olá Mamães, Madames e Amélias!

A maternidade após os 30 anos é cercada de mistérios e mitos. Por esse motivo, muitas mulheres possuem receio de se tornarem mães após essa idade. Eu era uma delas. Morava no interior e tive um ginecologista que insistia para que eu engravidasse, pois segundo ele, a idade “ideal” para a primeira gravidez era dos 20 aos 30 anos.

Acontece que não estava preparada para ser mãe! Meu relacionamento era recente e eu estava em ascensão profissional. A ideia de casar e ter filhos, naquele período, não passava pela minha cabeça… e pode ser que ainda não tenha passado pela sua cabeça também, mas não se preocupe!

Com os avanços da medicina tornou-se possível postergar a gravidez. Para isso, as mulheres precisam fazer consultas e exames regulares. Portanto, caso pretenda ser mãe após os 30 anos, recomendo que você faça um acompanhamento profissional.

Muitas patologias que impedem a gravidez, tais como síndromes dos ovários policísticos, endometriose e miomas, dentre outras, podem ser detectadas e tratadas precocemente, daí a importância de procurar orientação e acompanhamento com seu ginecologista!

No meu caso, o desejo de ser mãe chegou quando completei 32 anos. Além disso, sabia que após os 35 anos a taxa de fertilidade diminui muito e existem mais riscos na gravidez. Conversei com meu marido e decidimos tentar no próximo ano. Neste período pesquisei muito e descobri até a possibilidade de congelamento de óvulos.

Procurei meu ginecologista, fiz exames e iniciei o ácido fólico (importante para evitar má formação do bebê), três meses após iniciarmos a maratona de tentativas, descobri que estava grávida. Foi maravilhoso! Minha gravidez foi muito tranquila e ser mãe tem sido uma realização constante e crescente, que compartilho diariamente no @maesdepoisdos30!

Então, minha leitora, caso decida adiar a gravidez, procure um médico de sua confiança e avalie sua saúde. E se você engravidou após os 30 anos, conte-nos sua experiência nos pitacos. Juntas, podemos ajudar outras mulheres a desvendar os mistérios e mitos da gravidez após os 30!

Com amor, Fabi!

Fabi Mãe Madame Amélia