Olá, Madames Amélias!!!

Final de semana super combina com filme e pipoca, não é mesmo? No post de hoje trouxe 5 filmes bacanas para assistir em família, ou seja, sem cenas apelativas ou impróprias, que não vão deixar você constrangida perto dos filhos ou passar vergonha com a sogra! rs

Pra completar, todos eles são emocionantes, fazem a gente repensar atitudes e refletir nas coisas importantes da vida… confiram aí:

.

1 – A Boa Mentira – 2015:

Direção: Philippe Falardeau.
Elenco: Reese Witherspoon, Ger Duany, Corey Stoll, Arnold Oceng e outros.
Gênero: Drama.
Disponível no Netflix!
.

Três homens sudaneses, Mamere (Arnold Oceng), Jeremiah (Ger Duany) e Paul (musician Emmanuel Jal), têm a oportunidade de sair do país e conseguir uma vida melhor nos Estados Unidos. Eles são acolhidos por uma assistente social, Carrie Davis (Reese Witherspoon), que pouco conhece sobre o duro passado de cada um. Ela é uma mulher solteira, bem resolvida e muito prática, o que parece estranhíssimo para eles. Aos poucos, tornam-se amigos e descobrem uma nova visão de mundo.

Recomendo! Entretenimento saudável e informativo com excelente atuação de todo o elenco. “A Boa Mentira” é sensível, emocionante e baseado em histórias reais. Um filme que leva à reflexão, mas em algumas cenas fará você rir… digamos que seja um drama com toque de comédia. Surpreende pela simplicidade, pela pureza dos sudaneses e pelas crenças que possuem acerca da vida e do que realmente importa nesse mundo. Chorei litros. Até o marido chorou!

.

Trailer legendado em português de portugal, não encontrei em nosso idioma.

.

.

2- O Som do Coração – 2008:

Direção: Kirsten Sheridan.
Elenco: Robin Williams, Freddie Highmore, Keri Russelle outros.
Gênero: Drama romântico.
Disponível no Netflix!
.
August Rush (Freddie Highmore) é resultado do encontro casual entre um guitarrista e uma violoncelista. Crescido em orfanato e dotado de um dom musical impressionante, ele se apresenta nas ruas de Nova York ao lado do divertido Wizard (Robin Williams). Contando apenas com seu talento musical, August decide usá-lo para tentar reencontrar seus pais.
 .
Recomendo! Filme belíssimo que gira em torno da música e da fé que August deposita nela, afinal, a música está em tudo e todos estão conectados a ela. Embora previsível, o filme é gostoso de assistir e conta com cenas pra lá de emocionantes! Todos os atores estão muito bem no filme, mas Freddie Highmore, o garoto que interpreta August Rush, merece destaque! Talentoso, o garoto dá um show de interpretação. Para quem gosta de romance, música e uma dose de drama, vai adorar!!!
.

.

.

3 – A Estreita Faixa Amarela – 2015:

Direção: Celso R. García.
Elenco: Damian Alcazar, Joaquim Cosio, Silverio Palacios e outros.
Gênero: Drama, filme latino-americano.
Disponível no Netflix!
 .
Cinco homens são contratados para pintar a faixa amarela central de mais de 200 quilômetros de uma estrada que conecta duas cidades do México. Tendo que completar o trabalho em 15 dias, eles convivem diariamente embaixo de um sol escaldante, viajando em um caminhão. Solitários, eles enfrentam desafios, descobrimento a linha tênue entre as coisas, como o bom e o mal, a risada e o choro, e a vida e a morte.
.
Recomendo! Adorável surpresa, com atuação impecável de todo o elenco!!! Foi escolha do marido. Quando começamos a assistir, fiquei meio desconfiada da escolha dele… passados os primeiros 15 minutos, fiquei envolvida com a trama, que gira em torno da relação criada pelos cinco homens e nas diferenças entre eles. Cada qual com suas marcas, lembranças e expetativas que vão sendo reveladas na velocidade que pintam a estrada, nas conversas à beira da fogueira e nos poucos momentos de lazer. Em meio à história de cada um, me chamou a atenção a maneira como destacam a importância da faixa amarela no meio das estradas e ruas, bem como a forma com que o seu significado pode ser aplicado à nossa vida. Todos nós precisamos de guias. Depois desse filme, nunca mais olhei para a guia amarela com o mesmo olhar. Ah, algo que vale salientar: o índice de acidentes e mortes com os trabalhadores nas estradas é altíssimo, triste fato também abordado no filme.
 .
Observação: contém uma cena forte, quase no final do filme, de um acidente. O filme é legal para ver com crianças, mas cabe aos pais avaliar essa cena.
.

.

.

4 – Incondicional – 2012/2013:
Direção: Brent McCorkle.
Elenco:Lynn Collins, Michael Ealy, Bruce McGill, Kwesi Boakye e outros.
Gênero: Drama.
Disponível no Netflix!
 .
Samantha Crawford (Lynn Collins) é uma autora e ilustradora de livros infantis que tinha a vida perfeita até teu marido Billy (Diego Klattenhoff) ser assassinado. Ela perde a esperança na vida e toma para si a obrigação de descobrir o assassino. Porém, a vida lhe surpreende quando coloca em seu caminho Macon (Kwesi Boakye) e Keisha (Gabriella Phillips), dois órfãos  que vivem de pequenos furtos e Joe Bradford (Michael Ealy), seu amigo de infância, um ex-presidiário que assume a direção de uma ONG e luta contra uma doença renal.
 .
Recomendo! Inspirado em fatos reais, o filme gira em torno de encontros e reencontros, inclusive com a fé! Os personagens são pessoas comuns com problemas comuns cujas vidas se cruzam e, juntas, buscam respostas para superar o que estão vivendo. Um filme lindo, cativante e com reflexões profundas! Nem preciso dizer que chorei, né?!
.

Não encontrei o trailer legendado em português!
 .
.
5 – Histórias Cruzadas – 2011:
Direção:Tate Taylor
Elenco: Emma Stone, Jessica Chastain, Viola Davis e outros.
Gênero: Drama, baseado em livro.
Disponível no Netflix! – vale a pena locar para assistir os Extras.
 .
Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.
 .
Recomendo! M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! A intolerância racial e a luta pelos direitos civis são temas abordados em muitos filmes, mas este é muito especial. Adaptação do livro “The Help”, de Kathryn Stockett, o filme conta com brilhantes e marcantes atuações, especialmente de Viola Davis e Octavia Spencer (sou fã das duas). Apesar de uma ou outra cena que lhe fará rir, é bem provável que você se arrepie, fique chocada e chore. Comigo, pelo menos, foi assim. Até o marido marejou os olhos! A história é envolvente, a reconstituição da época é perfeita (amantes dos anos 60, como eu, piram) e as reflexões são profundas. Embora a trama se baseie na realidade enfrentada pelos negros há muitas décadas atrás, me pego pensando que até hoje muitos enfrentam situações parecidas… visto que, infelizmente, o racimo é algo que ainda permeia a nossa sociedade! Pra finalizar: filme imperdível!!!
.

.

Agora é só escolher um e fazer a pipoca!!!

Ah, se você já assistiu algum, me conte nos comentários…

Beijão da Katy!

Katy Madame Amélia