Rélooou, Madames Amélias!!!! rs

Segunda o assunto é VIDA SAUDÁVEL e os posts costumam ser da nutri Letícia, mas hoje invadi a coluna da Let para compartilhar com vocês as minhas dificuldades, erros e acertos pela busca de uma vida saudável…

Primeiro, vamos limitar o conceito de vida saudável que estou buscando pra mim: ALIMENTAÇÃO balanceada, com menos açúcar, sódio e produtos industrializados + qualidade de SONO + rotina de ATIVIDADE FÍSICA em prol de um corpo mais saudável, menos cansado e mais bonito também.

Embora todos os assuntos sejam interessantes, no post de hoje vou compartilhar sobre a minha…

Socorroooo!!!! Taí a parte mais difícil! Amo comer. Quem me conhece, sabe. E embora eu goste de alimentos saudáveis, nutritivos e naturais… gosto demais da conta de gordices e porcarias. Todavia, comecei 2016 com muita vontade de mudar meus hábitos alimentares e então, desde janeiro, estou evitando ao máximo as tentações a seguir:

Cheetos sabor requeijão; Cebolitos; Pringles; pão francês; chocolate ao leite e branco; biscoito Cream Cracker; bolacha de Maizena; milk shake; bolacha Passatempo; sorvete; queijos “gordos” e salames; salgados e petiscos fritos; sobremesas repletas de leite condensado e outros ingredientes açucarados ou gordurosos; guloseimas Fini; Nutella; Danette; fast foods, refris… sem contar as comidas que levam muito bacon e/ou calabresa, muito queijo e creme de leite no preparo!

Gente, essa é a minha #ListaNegra!

Não é fácil! Passo dias comendo certinho e tals… de repente, me acabo num saco de Cebolitos, numa barra de chocolate ou qualquer outra coisa que listei acima! E ainda tenho a coragem de exclamar coisas do tipo “ah, eu mereço”, “só hoje, não tem problema” ou “estou de TPM, tenho o direito” ou seja, estou me sabotando, o que é um baita erro! Inclusive, tem post da nutri sobre autossabotagem aqui!

Outra dificuldade é sair para jantar fora, principalmente quando vou comer na casa de alguém. Acho constrangedor dizer para os anfitriões que não estou comendo isso, aquilo e aquilo outro… mas também não tenho a firmeza de não servir tal coisa no prato ou deixar de repetir se estiver gostoso.

Mas nem só de erros e dificuldades vive uma pessoa comum em busca de uma vida saudável, minha gente! Eu também estou acertando… e muito, penso eu!

A começar pelos produtos alimentícios industrializados! Eu sempre soube que eles não são a melhor opção para se colocar no prato, mas em nome da praticidade, a gente acaba enchendo o carrinho do supermercado de porcarias, não é mesmo?

Tenho vencido muitas batalhas quando vou ao supermercado apenas evitando os corredores onde ficam os produtos da minha #ListaNegra (o que os olhos não veem o estômago não sente, né?). De janeiro pra cá, já foram muitas gordices e porcarias evitadas dessa forma!

Outra coisa que funciona bem, é ir ao supermercado sozinha, rs. Quando solteira, meus pais restringiam muitas das porcarias que eu gosto… comia bem menos, algumas quase nunca. Quando casei, descobri duas coisas: meu marido ama ir ao supermercado e nós dois, juntos, não temos juízo quando o assunto é comida!

Então, sempre que consigo, escapo para fazer as compras sozinha. Isso ainda é raro, rs. Quase sempre vamos juntos porque já estamos na rua e porque gostamos dessa “programação”. Nesse caso, evito deixar ele solto e, assim, evitamos os corredores da #ListaNegra juntos!!!

Ah, de janeiro para cá tenho evitado assistir programas de culinária… esses programas me deixam doida! Fico louca para fazer os pratos que estão ensinando, mas aí como não tenho como fazer na hora, vou na cozinha e caço uma porcaria qualquer para comer! Acabo comendo errado e fora de hora!

Outro acerto tem sido substituir industrializados por alimentos preparados em casa: o molho de tomate agora é só o caseiro, que faço 1 vez ao mês e congelo em porções (receita aqui!); milho em conserva pelo milho de espiga, que lavro e congelo à granel; refris por sucos naturais ou fruta in natura; bolachas e biscoitos industrializados por bolo caseiro…

Sem contar as trocas inteligentes: picolé de fruta em vez de sorvete de massa; pão integral em vez do frânces; lanche com hambúrguer caseiro em vez de fast food; pipoca sem óleo feita no micro em vez da pipoca de microondas industrializada; molho de carne moída ou frango desfiado no lugar da salsicha…

Além do mais, estou frequentado mais a feira, caprichando mais nas saladas, optando por lanchinhos saudáveis entre as refeições principais e evitando comprar/abrir um leite condensado para comer com frutas, tapioca ou pães!

É claroooo que vez ou outra alguma coisa da #ListaNegra aparece aqui em casa… ou acabo consumindo fora (casa de amigos, restaurantes, lanchonetes), mas para quem ainda não tem plano alimentar definido e não tem muito juízo quando o assunto é comida, acho que estou me saindo bem!

Os posts que a nutri Letícia traz todas as segundas, aqui no blog, tem me ajudado bastante! As receitinhas que ela ensina são saudáveis e fáceis; as informações são seguras; as dicas são práticas e ela escreve de um jeito motivador…

Muitos dos meus acertos e mudança de mentalidade se devem a esses posts! Para ver tudo o que a nutri já postou por aqui, procurem por “Vida Saudável” na barra de busca aqui no blog ou nas tags em destaque, vocês vão adorar!!!

Masss… e a alimentação de vocês, como anda? Vocês conseguem evitar as gordices e as porcarias? Quais são os itens da #ListaNegra de vocês? Quero saber, rs. Me contem…

Beijão da Katy!

Blog Madame Amélia _ Katiúscia Farias Gutterres