Olá, minhas Madames Amélias lindaaas!!!!

Tudo bem com vocês?

O blog ficou abandonadinho essa semana, né?! Me perdoem! Maridão está usando meu notebook para trabalhar essa semana, aí quando ele desocupa já é hora de preparar jantar, ir malhar, etc. Massss, cá estou! E com dicas super importantes para cuidamos bem das nossas unhas!!!!

Sexta e sábado costumam ser os dias em que a maioria das mulheres fazem as unhas, pra passarem o final de semana lindas e começarem a semana divando, rs. Aliás, eu não sei vocês, mas eu, quando eu faço as unhas, já fico com a auto estima lá em cima!

Mas fazer as unhas vai muito além da auto estima e da vaidade. Cuidar bem das unhas é uma questão de saúde, onde muitos pontos precisam ser considerados e alguns velhos hábitos precisam ser abandonados! De todas as dicas, considero duas como dificílimas de colocarmos em prática… vamos ver se vocês advinham:

1 – BEBA ÁGUA:

Parece simples… e é! rs Beber água interfere muito na saúde das nossas unhas, especialmente no verão, época em que as cutículas tendem a ressecar devido ao sal do mar e cloro da piscina. Melhor maneira de combatermos unhas descamando, soltando camadinhas que são ricas em queratina, é manter o corpo hidratado! Então, madames, simbora beber água… pelo menos 6 copos ao dia!

.

2 – HIDRATE AS CUTÍCULAS:
Cutículas hidratadas dificilmente ficam esbranquiçadas e com pontinhas levantadas. Para manter as cutículas (e as mãos) hidratadas use creme hidratante ou cera nutritiva nas mãos após lavá-las (principalmente após lavar louças, detergente resseca muitooo) ou sempre que notar as cutículas ressecadas. Eu sou a louca dos cremes… e amo hidratar as mãos! Tenho o costume de deixar um creme para as mãos em todos os cantos: na bolsa, no carro, na lavanderia e um em cada banheiro. Assim não esqueço de hidratar as cutículas e as mãos!

.

3 – FORTALEÇA AS UNHAS:

Manter as unhas fortalecidas começa pela nossa alimentação! Aliás, a cada post que a nutri Letícia Sócio escreve aqui no blog (todas as segundas!), mais noção eu tenho de que o bom e perfeito funcionamento do nosso corpo começa pela alimentação! Então, para unhas mais fortes, capriche em alimentos ricos em cálcio, proteínas e vitamina A! Coadjuvante da alimentação rica em cálcio, está o óleo ou esmalte fortalecedor, que deve ser passado antes do esmalte.

.

4 – ABANDONE A ACETONA:

A acetona enfraquece (e muito!) as unhas, deixando-as frágeis e quebradiças. A melhor opção é investir em removedores de esmalte sem acetona. Se a sua manicure usa acetona ou removedor de esmalte que contém acetona na fórmula, comece a levar o seu!

.

5 – DÊ FOLGA PARA SUAS UNHAS:

O uso ininterrupto de esmaltes, bases e fortalecedores causa ressecamento e enfraquecimento das unhas, é necessário deixá-las “respirar” por pelo menos 1 semana ao mês. Para as amantes dos vidrinhos coloridos isso é quase impossível, né?! rs Mas é necessário. Saúde é mais importante que a vaidade!!! Ah, durante o período intervalo, aproveite para caprichar na hidratação das cutículas e unhas aplicando creme hidratante várias vezes ao dia!

.

6 – LIXE COM MODERAÇÃO:

Lixar as pontas das unhas está liberado. Devemos dar preferência ao formato oval… confesso que essa parte eu finjo que não ouvi o dermato recomendar, rs. Gosto das unhas quadradinhas! Agora, lixar a parte de cima das unhas não é recomendado, visto que retira camadas de queratina, induz à descamação e deixa as unhas mais frágeis e finas!

.

7- USE PRODUTOS DE QUALIDADE:

Esmalte virou hit! No início da minha adolescência, recordo que eram poucas as marcas e pequena a variedade de cores de esmaltes. De uns anos pra cá, as marcas, as cores e os produtos para as unhas se transformaram num universo quase sem fim! São tantas marcas, produtos, cores, coleções e acessórios para as unhas que já existem lojas especializadas no ramo… é pra deixar qualquer madame doida, né? Mas, cuidado: use somente produtos devidamente registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

.

8 – NÃO REMOVA A CUTÍCULA:

Essa dica é triste, eu sei! Mas fato é que remover a cutícula deixa a unha desprotegida e facilita a entrada de fungos e bactérias. O ideal é apenas empurrar a cutícula com uma espátula. Confesso que nunca pratiquei o ideal, rs, mas comecei a remover a cutícula mais superficialmente. Será que já ajuda?! rs

.

9 – PROFISSIONAL E HIGIENE:

Grande parte dos problemas nas unhas são causados por procedimentos de manicure ou higiene feitos incorretamente. O ideal seria que todas as manicures (e pedicures) fossem treinadas por dermatologistas, mas bem sabemos que muitas delas nem curso específico fizeram. Minha sugestão é: compartilhe esse post com sua manicure e/ou com o responsável pelo salão de beleza que você frequenta; verifique a higiene dos utensílios utilizados pela sua manicure (se foram esterilizados, se a lixa e o palito são descartáveis, etc); repare se a manicure usa luvas descartáveis; escolha esmaltes que não foram usados naquele dia (pois fungos e bactérias sobrevivem por até 8 horas dentro do vidro de esmalte – saiba mais aqui!) ou leve os seus. Outro cuidado importante: na hora de desenvravar uma unha, procure um podólogo ou um dermatologista.

.

10 – NÃO ROA AS UNHAS:

Genteeee… essa dica é super óbvia! Além de deixá-las feias, roer as unhas faz mal à saúde, pois deixa as unhas suscetíveis à ação de vírus e bactérias. Sem contar pedaços de unha podem ser engolidos, o que pode  resultar em graves problemas gastrointestinais, como esofagite infecciosa, gastrite, enterocolite por infecção por microorganismos, verminoses e até apendicite. Pra piorar o quadro, roer unhas prejudica a musculatura do maxilar e a articulação temporomandibular, causa fraturas nos dentes, prejudica a mordida e pode causar gengivite. Ecaaa!!!!

E aí, Madames Amélias, quais dicas você pretende colocar em prática?

Me contem nos comentários…

Beijão da Katy!

Blog Madame Amélia _ Katiúscia Farias Gutterres