Olá, Madames Amélias!!!

Algumas leitoras perguntaram sobre o JEJUM INTERMITENTE (JI) e a Katy também pediu para eu falar um pouquinho desta estratégia, que esta sendo muito utilizada atualmente. Como esse é um assunto complexo para ser esgotado em um único post, vou apenas pincelar sobre o que é, quais os efeitos, responder as perguntas mais recorrentes e frisas as contraindicações.

Jejum pode ser definido como privação parcial ou total de alimentos, durante um certo tempo. O início do jejum ocorre normalmente 4 horas após uma refeição ou após o total esvaziamento gástrico. Porém, quando o assunto é JI, refere-se a várias formas de “ficar sem se alimentar ou se alimentar muito pouco por um período”.

Diferente do jejum periódico, no JI – também chamado de restrição calórica intermitente – há a alternância entre o período alimentado e o período de jejum ou restrição calórica severa.

JI é um jejum planejado e programado por um tempo determinado. Existem formas diferentes de se planejar o JI: 8 horas, 12 horas, 18 horas, 24 horas… Pode ser realizado 1, 2 ou 3 vezes por semana. No JI de 12 horas, por exemplo, faz-se a última refeição do dia anterior, o jantar, em seguida dorme-se por no minimo 8 horas e realiza-se a próxima refeição às 12h, o almoço. Basicamente não se faz café da manhã e lanche da manhã.

Os efeitos do JI se baseiam na expressão de fatores como a SIRT-1 e CPT-1 (dentre vários fatores), ambos envolvidos com aumento da capacidade antioxidante e oxidação de gorduras. Estudos apresentam diversos resultados como maior oxidação de gordura, diminuição de LDL colesterol, redução dos níveis de insulina, modulação da inflamação, dentre outros.

.

Perguntas recorrentes:

– Porque o JI pode funcionar?

Por que estimula fatores chave da oxidação de gorduras.

– Jejum Intermitente funciona?

Depende, não funciona para todos.

– Como saberei se posso fazer um Jejum Intermitente?

Procure um profissional capacitado! Não faça JI baseada na experiência de outras pessoas.

– Quando fazer e qual o melhor protocolo a seguir (tempo e duração)?

Novamente reforço, procure um profissional para te orientar e prescrever o JI para você, se preciso for. Para indicar o JI é necessário conhecer o paciente, bem como seus hábitos alimentares e perfil genético. Vale lembrar que JI é uma ESTRATÉGIA para saúde e emagrecimento, mas normalmente NÃO é a primeira conduta em um tratamento.

– Quais as contraindicações?

Pacientes com diabetes insulino dependentes; tendência para hipoglicemia (podem fazer o JI, mas precisam de uma adaptação antes); pacientes bariátricos recentes; pacientes com distúrbios gástricos; idosos acima de 70 anos; baixo peso, tendência ou presença para distúrbios alimentares.

.

Restou alguma dúvida? Deixe nos comentários…

Com carinho, Nutri!

Vida Saudável - Nutricionista Letícia Sócio - Vida saudável - Blog Madame Amélia